nescau x toddy

Nescau ou Toddy: qual achocolatado é melhor?

Qual achocolatado é melhor: Nescau ou Toddy? Neste post vamos ver que a Matemática pode trazer elementos esclarecedores para responder à questão.

Assista ao vídeo a seguir com o conteúdo deste post!

Você gosta de treta na internet? Sim? Então esse vídeo é pra você! Se não gosta, deixa eu te fazer uma pergunta: Qual achocolatado é melhor? Nescau ou Toddy? 

Num tempo em que tudo é motivo pra tretar na internet, a gente não ia ficar de fora, claro. E no post de hoje vamos aguçar as torcidas dos times Nescau e Toddy. E para deixar bem claro, quero dizer que só estou falando Nescau antes de Toddy, em respeito à ordem alfabética.

Mas o fato é: a gente quer saber qual dos dois é melhor. É claro que cada um tem a sua preferência, você tem a sua, eu tenho a minha, mas isso não importa muito, pelo menos por enquanto.

Deixa eu explicar melhor: o que importa pra gente, nesse post, é o que a Matemática tem a ver com esse assunto e como ela pode trazer elementos esclarecedores para que possamos dar uma resposta, bem fundamentada e imparcial, a esse questionamento: Qual dos dois achocolatados em pó é melhor?

E aí? Quem vai vencer essa batalha? Nescau ou Toddy? Toddy ou Nescau?

Vamos lá: vamos fazer uma comparação entre as principais informações nutricionais desses dois achocolatados apresentados na forma tradicional. É que existem as fórmulas light. Mas estamos falando da fórmula original.

E as principais informações são:

  • Valor energético
  • Carboidratos
  • Proteínas
  • Gorduras totais
  • Fibra alimentar
  • Sódio

E, para deixar bem claro, as informações nutricionais que aparecem nos rótulos dos alimentos não são uma opção para as indústrias alimentícias.

Tudo o que é informado nos rótulos segue a determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a ANVISA, um órgão do Ministério da Saúde. E a ANVISA estabelece critérios rigorosos para a divulgação das informações nutricionais.

Portanto, as informações nutricionais são os critérios imparciais que utilizaremos para avaliar a performance desses dois alimentos. E de acordo com os rótulos, em duas colheres de sopa, temos:

  • Valor energético – Toddy: 77 kcal; Nescau: 74 kcal. Portanto, o Toddy é mais calórico que o Nescau. Para um alimento que é rico em açúcares, como vamos ver logo a seguir, ser muito calórico não ajuda, né? Então, ponto para o Nescau.
  • Carboidratos – Toddy: 18 g; Nescau: 17 g. Em princípio, carboidrato é um nutriente importante, pois os carboidratos fornecem energia para o funcionamento do nosso corpo. Porém, existem diversos tipos de carboidratos, alguns melhores que os outros. Só que, na composição do Toddy, dos 18 g de carboidratos, 18 g, ou seja, 100%, são açúcares. E, no caso do Nescau, dos 17 g de carboidratos, 15 g são açúcares, quase 90%. Pela leitura do rótulo não dá pra saber quais são os outros carboidratos. Mas, como os açúcares desses achocolatados não possuem valores diários de consumo estabelecidos, justamente porque não são “bons carboidratos” ganha ponto o alimento que possui menos açúcares. Ou seja, o Nescau.

Portanto, 2 pontos para o Nescau e 0 para o Toddy.

  • Proteínas – Toddy: 0 g; Nescau: 0,7 g. De acordo com os padrões de referência utilizados pela ANVISA, em uma dieta diária de 2000 kcal uma pessoa precisa consumir 75 g de proteínas. Portanto, apesar de quase não ter nenhuma quantidade de proteína, pelo menos o Nescau tem, enquanto o Toddy, não. Mais um ponto para o Nescau.

Portanto, 3 a 0 para o Nescau.

  • Gorduras totais – Toddy: 0 g; Nescau: 0,5 g. E, tirando as gorduras trans e as saturadas, que são realmente gorduras ruins, todo mundo precisa ingerir gordura. Em uma dieta de 2000 kcal, por exemplo, é recomendado ingerir 55 g de gorduras, todos os dias. De novo, apesar de quase não apresentar gordura na composição, há 0,5 g, e não são gorduras saturadas, nem trans, ou seja, não são gorduras ruins. Já o Toddy, não tem nada de gordura.

Portanto, mais um ponto para o Nescau. E o placar está em 4 a 0.

  • Fibra alimentar – Toddy: 0,6 g; Nescau: 1,1 g. Os dois alimentos possuem fibra alimentar na composição nutricional, um nutriente bem importante, a recomendação de ingestão diária é de 25 g. O Nescau apresenta mais fibra alimentar que o Toddy, quase o dobro. Assim, ponto para o Nescau.

O placar já está em 5 a 0 para o Nescau.

  • Sódio – Toddy: 26 mg; Nescau: 12 mg. E olha só, a recomendação para ingestão diária de sódio é de 2400 mg, portanto, o sódio é um nutriente importante. Então, nesse caso, o Toddy marca ponto, porque apresenta sódio em quantidade maior que o dobro da quantidade apresentada pelo Nescau.

Isso deixaria o nosso placar em 5 para Nescau e 1 para o Toddy.

Mas é importante a gente dizer o seguinte: o sódio é um nutriente muito controverso, porque, principalmente os alimentos industrializados, possuem muito sódio na composição. Então, se a pessoa consome muito esses alimentos, estoura fácil esse limite dos 2400 mg.

E o excesso de sódio, assim como o excesso de qualquer nutriente, não é legal para a saúde.

Mas, considerando uma dieta equilibrada, sem excesso de sódio, pelo fato de o Toddy ter mais desse nutriente, o ponto vai pra ele. Eu sei que isso pode gerar treta porque se fala muito nos malefícios do sódio, então alguém que defende o Nescau pode querer que ele ganhe o ponto, por apresentar menos sódio na composição.

Se isso acontecer, o placar fica de 6 a 0 para o Nescau. Mas eu não vou alimentar essa treta e vou abrir espaço para que você manifeste o seu posicionamento em relação a esse placar nos comentários, beleza?

Antes de concluir, quero enfatizar uma coisa: a gente precisa ter muito cuidado ao ler as informações nutricionais presentes nos rótulos.

A tendência é a gente ler de forma tendenciosa, desprezando alguns nutrientes e valorizando muito outros. Não significa que se um alimento possui muito certo nutriente, ele é bom ou melhor que outro.

A gente também não pode tirar essa conclusão se o alimento possui certo nutriente em baixa quantidade. Tudo é uma questão de equilíbrio. O importante, e disso todo mundo sabe, é cuidar bem da saúde e buscar orientação nutricional de profissionais da saúde. Mas isso não tira a nossa responsabilidade de, no cotidiano, fazer as nossas escolhas com um embasamento mais sólido.

Viu só? O Nescau venceu de lavada! Concorda com os argumentos imparciais apresentados aqui no post? Ou vai discordar?

É claro que, dizer que o Nescau é melhor que o Toddy por causa da informação nutricional, é invalidar todas as preferências e experiências gastronômicas pessoais com cada um desses alimentos. Isso aqui é só uma brincadeira, e escolhemos um critério matemático para definir o resultado dessa competição.

Legal demais, não é? A Matemática pode nos ajudar muito a resolver problemas reais e interessantes do nosso cotidiano!

E aí, qual é melhor: Nescau ou Toddy?

Grande abraço e bons estudos!