BNCC Matemática | Ensino Fundamental | Letramento Matemático

A BNCC afirma que o Ensino Fundamental deve ter compromisso com o desenvolvimento do letramento matemático. A propósito, você sabe o que é Letramento Matemático?

Assista ao conteúdo deste post no vídeo a seguir!

Para que possamos compreender melhor, vamos dar uma olhada na definição dada pelo Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (em inglês, a sigla é PISA) para Letramento Matemático:

Letramento matemático é a capacidade individual de formular, empregar e interpretar a matemática em uma variedade de contextos. Isso inclui raciocinar matematicamente e utilizar conceitos, procedimentos, fatos e ferramentas matemáticas para descrever, explicar e predizer fenômenos. Isso auxilia os indivíduos a reconhecer o papel que a matemática exerce no mundo e para que cidadãos construtivos, engajados e reflexivos possam fazer julgamentos bem fundamentados e tomar as decisões necessárias.

Seja sincero: quantos adultos você conhece que possuem essa competência matemática tão elaborada? O desafio para a educação é gigantesco, não é verdade?

No post anterior vimos que a BNCC trata de direitos de aprendizagem. Ora, agora sabemos que desenvolver o letramento matemático, no Ensino Fundamental, do 1º ao 9º ano é, portanto, um direito dos estudantes, com o qual os educadores devem estar profundamente comprometidos.

Então, tanto para o PISA quanto para o Ministério da Educação – MEC, que se apoia na definição desse programa, o letramento matemático é muito mais que o conhecimento dos símbolos, das regras, das técnicas e dos mecanismos operatórios. Claro que não se deixa de fazer uso de tudo isso, mas as competências associadas ao letramento matemático são elementos que devem satisfazer às necessidades da vida real de indivíduos que fazem parte de uma sociedade.

E, para o desenvolvimento dessas competências, a BNCC afirma que a resolução de problemas, a investigação, o desenvolvimento de projetos e a modelagem são objetos de aprendizagem e, ao mesmo tempo, estratégias para a aprendizagem.

Isso significa que não é suficiente estudar uma determinada operação aritmética para depois aplicá-la na resolução de um problema. Em paralelo devem ser desenvolvidas, com os estudantes, reflexões envolvendo a  seguinte concepção: O que é resolver um problema? Ou, indo um pouco adiante: O que é um problema? O que é um projeto? O que é atitude investigativa? O que é modelagem?

Deve-se ter clareza de que, ao se utilizar determinada estratégia como ferramenta para potencializar a aprendizagem, é importante que os estudantes estejam familiarizados com os aspectos conceituais e procedimentais adotados, relacionados a tal estratégia. Em suma, é necessário ao estudante aprender a estratégia.

Talvez alguém pense que isso é uma grande viagem na maionese – permitam-me a informalidade. Como eu, professor de Matemática, vou ensinar o que é investigação? Será que isso não está fora da minha alçada? Penso eu que, antes de ensinar, terei que aprender, logo, vou investigar bastante sobre isso, estudar, conversar com meus colegas mais familiarizados, procurar boas referências, ler os manuais dos livros didáticos e contar com os modelos já utilizados nas outras áreas do conhecimento, que me auxiliarão nessa empreitada.

É complicado? Sem dúvida alguma, e também estou no mesmo de todos os educadores que estão em busca de constante aprendizado. Pensar em uma educação que é capaz de desenvolver competências não é simples e o professor de Matemática, que já traz no seu pacote o fato de ser bom em Matemática, deve estar pronto para ser tão bom quanto ensinar os processos matemáticos anteriormente mencionados.

Se você quiser ler mais sobre o assunto, compartilho duas referências muito úteis sobre letramento matemático. Fique à vontade para acessá-las por meio dos links a seguir:

Finalizando o post, deixo o seguinte ponto para reflexão:

Você se considera uma pessoa letrada matematicamente? Você é capaz de, sozinho, formular, empregar e interpretar a matemática em diversos contextos? Como as aulas de Matemática devem ser para que o direito ao letramento matemático seja concretizado no Ensino Fundamental?

Se quiser compartilhar comigo os seus pensamentos, você pode me localizar em algum canal na internet (Site, YouTube, Instagram, Facebook ou Pinterest) ou enviar um e-mail diretamente para mim. Terei o maior prazer em trocar uma ideia. E, se quiser envolver outras pessoas na nossa conversa, utilize a #BNCCMatemática nas redes sociais.

Grande abraço e bons estudos!