BNCC Matemática | Álgebra no 2º ano do Ensino Fundamental

Como vimos nos posts anteriores, a BNCC, homologada em dezembro de 2017, orienta que todos os estudantes do Ensino Fundamental, desde o 1º ano até o 9º ano, devem estudar a unidade temática Álgebra. E, neste post, vamos falar sobre o estudo dessa unidade temática no 2º ano do Ensino Fundamental.


Assista ao conteúdo deste post no vídeo a seguir!


Vejamos a tabela a seguir:

Unidade temáticaObjetos de conhecimentoHabilidades
ÁlgebraConstrução de sequências repetitivas e de sequências recursivas(EF02MA09) Construir sequências de números naturais em ordem crescente ou decrescente a partir de um número qualquer, utilizando uma regularidade estabelecida.
Identificação de regularidade de sequências e determinação de elementos ausentes na sequência(EF02MA10) Descrever um padrão (ou regularidade) de sequências repetitivas e de sequências recursivas, por meio de palavras, símbolos ou desenhos.
(EF02MA11) Descrever os elementos ausentes em sequências repetitivas e em sequências recursivas de números naturais, objetos ou figuras.

Perceba que há uma progressão, um aumento no nível de complexidade dos objetos de conhecimento. O primeiro trata da construção de sequências, enquanto o segundo trata da compreensão de uma sequência apresentada, isto é, dada uma sequência, espera-se que o estudante seja capaz de explicar o seu critério de formação e também de reconhecer seus elementos.

Vamos compreender um pouco melhor duas expressões apresentadas nos objetos de conhecimento: sequências repetitivas e sequências recursivas.

As repetitivas, como o próprio nome diz, têm a ver com a disposição de elementos que se repetem ao longo da sequência. Por exemplo: Uma sequência de círculo, quadrado, triângulo, círculo quadrado, triângulo, e assim por diante.

Para explicar uma sequência recursiva, de modo simples, podemos citar sequências crescentes e decrescentes de números naturais: Os múltiplos de 5, em ordem crescente, por exemplo: 0, 5, 10, 15, 20… e assim sucessivamente. Outro exemplo de sequência recursiva pode ser: começamos com a letra A, daí os próximos elementos serão AB, ABC, ABCD, ABCDE… ou seja, não temos uma simples repetição de elementos.

Há uma infinidade de maneiras de se formar uma sequência repetitiva ou uma sequência recursiva. Mas, acredito que até aqui deu para diferenciar bem as ideias de repetição e recursividade, correto?

Voltando à tabela, analisemos as habilidades. A primeira, EF02MA09, está relacionada ao primeiro objeto de conhecimento e é bem simples de ser compreendida. Porém, vale dizer que quando o assunto é construir sequências em ordem crescente ou decrescente, não precisamos recorrer somente à sequência que dá origem aos números naturais, como 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, ou, ao contrário, 9, 8, 7, 6, 5… Pode-se construir sequências de números pares, ímpares, múltiplos de determinado número e assim por diante.

As outras duas habilidades, e estão associadas ao segundo objeto de conhecimento. Assim como ocorre com os objetos de conhecimento, nota-se, em relação às habilidades, uma elevação no grau de complexidade.

A ideia da habilidade EF02MA10 é que o estudante seja capaz reconhecer e explicar o critério de formação de uma sequência, seja ela repetitiva ou recursiva. E essa explicação pode ocorrer por meio de palavras (escritas ou ditas), símbolos ou desenhos. Ou seja, o importante é que o estudante seja capaz de explicar, mas não precisa utilizar uma linguagem ou mecanismo específico.

Já na habilidade EF02MA11, aprofunda-se um pouco mais, pois agora o estudante deve ser capaz de reconhecer o critério de formação de uma sequência, explicar esse critério e, a partir da compreensão da lei de formação da sequência, ser capaz de reconhecer elementos ausentes.

Muito bem, para o desenvolvimento dessas duas habilidades o trabalho entre pares e grupos deve ser bem enfatizado nas situações de aprendizagem. No capítulo anterior vimos uma forma de organizar os estudantes em duplas e promover um rodízio entre as duplas em intervalos de tempo.

Se quiser compartilhar comigo os seus pensamentos, você pode me localizar em algum canal na internet (Site, YouTube, Instagram, Facebook ou Pinterest) ou enviar um e-mail diretamente para mim. Terei o maior prazer em trocar uma ideia. E, se quiser envolver outras pessoas na nossa conversa, utilize a #BNCCMatemática nas redes sociais.

Grande abraço e bons estudos!

 


Leia os outros posts dessa série: “Álgebra nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental“: