BNCC | Competências Gerais | Competência geral #08

Neste post vamos falar sobre a oitava competência geral da BNCC.

Escola é lugar de falar sobre autoestima e saúde emocional, fatores muito importantes para uma vida com qualidade.

Assista ao conteúdo deste post no vídeo a seguir!

Vamos ver o que diz o texto da oitava competência. 

Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saúde física e emocional, compreendendo-se na diversidade humana e reconhecendo suas emoções e as dos outros, com autocrítica e capacidade para lidar com elas.

Conhece-te a ti mesmo. Tales de Mileto? Sócrates? Pitágoras? 

Apesar de não haver plena certeza a respeito da autoria desse imperativo grego, sabe-se que ele trata da importância do autoconhecimento. 

E, vejam só, que interessante, o famoso e incontestável pensamento grego chegou aos textos da BNCC.

Mas o documento também traz um segundo imperativo que, na minha opinião, é dependente do primeiro: “Apreciar-se”.

Como uma pessoa vai se apreciar sem ter autoconhecimento, sem saber quem ela realmente é, sem ter noção do próprio valor, do próprio significado no mundo?

Vamos evidenciar mais um trecho da competência: “Cuidar de sua saúde física e emocional”. 

Obviamente, isso envolve cuidados com alimentação,  atividades físicas e cuidados relacionados com o corpo em geral.

Mas, quando falamos de cuidado com a mente, com a saúde emocional, a questão se torna um pouco mais delicada, porque muitas vezes não é tão simples reconhecer sinais, em nossa mente, de que há algo errado.

E a falta de saúde emocional pode causar muitos problemas para a saúde física, também. 

Portanto, o desenvolvimento de uma competência, como direito de aprendizagem, que envolve elementos relacionados à saúde mental, é tão importante.

É impossível pensarmos que o desenvolvimento dessa competência se dará somente dentro dos limites das quatro paredes de uma sala de aula e por meio do estudo dos conteúdos dos livros didáticos. Certamente, a necessidade de um trabalho inter e multidisciplinar, envolvendo diversos profissionais, de diferentes áreas, será fundamental.

A competência também enfatiza: “Compreendendo-se na diversidade humana”. 

A verdade é que um cidadão, um indivíduo capaz de viver harmoniosamente em sociedade, necessita do autoconhecimento e da capacidade de se apreciar. 

E isso se alinha com o fim do texto da competência: “Reconhecendo suas emoções e as dos outros, com autocrítica e capacidade para lidar com elas”. 

Só um ser humano bem resolvido emocionalmente é capaz de compreender as emoções do outro e também de realizar autocrítica, ou seja, refletir sobre os próprios erros e aprender com eles.

Finalmente, a competência envolve a capacidade de lidar com as próprias emoções e também com a emoção do próximo.  E isso tem a ver com empatia.

Grande abraço e bons estudos!